Seleção para Projeto de Pintura 2015

Cartaz Curso de Pintura
No ano passado, um grupo variado de alunos do 1º, 2º e até do 3º ano do Ensino Médio do Colégio se empenharam durante o ano todo para pensarem e produzirem o mural colorido no pátio, em frente à quadra. Foram dois semestres desenvolvendo materiais, aprendendo técnicas de pintura e pensando em quais referências melhor representavam o Colégio e seus alunos. O projeto chamou atenção de muita gente, e houve até quem havia saído do Colégio, mas resolveu visitar para participar.

Mandala colorida surgindo dos tijolos do colégio.

Mandala colorida surgindo dos tijolos do colégio.

Stencil para produzir rapidamente os tijolos do Mural.

Stencil para produzir rapidamente os tijolos do Mural.

Mural2

 

 

 

Neste ano, o Projeto recomeça com novas ideias e um novo formato. O objetivo será produzir uma pintura desde seus elementos mais básicos: da produção do suporte e das tintas, até a aplicação destas tintas para desenvolver as imagens.

Os encontros para o Projeto acontecerão toda quarta-feira, nos horários das 14h40 até as 16h50. 

As inscrições para o Projeto de Pintura do Band, edição de 2015, estão abertas. Os interessados em participar do Projeto podem se inscrever online através do link:

http://tinyurl.com/BandPintura2015

Inscrevendo-se neste link com nome, turma e um endereço de e-mail válido, os alunos receberão instruções para a seleção, que deve acontecer entre os dias 4 a 11 de Março.

Se você é interessado e está cursando o Ensino Médio com esse horário livre, não perca tempo!

Moldes para técnica de stencil, chamados de "máscaras".

Moldes para técnica de stencil, chamados de “máscaras”.

Mural5

Transferência com solvente para aplicar os rostos de professores no Mural.

Transferência com solvente para aplicar os rostos de professores no Mural.

Rivane Neuenschwander no MAM

NEUEN-JUMP-popup_blogLarge

Rivane Neuenschwander em uma de suas instalações em cartaz no MAM São Paulo até dia 14 de dezembro de 2014.

Segundo Adriano Pedrosa a exposição mal-entendidos”  é a primeira exposição panorâmica no Brasil de Rivane Neuenschwander (Belo Horizonte, 1967), uma das principais figuras da geração dos anos 1990.

Adriano Pedrosa

Curador Adriano Pedrosa.

alfabeto

 

A exposição reúne 24 trabalhos e séries feitos desde 1999. O título da mostra aponta os caminhos da exposição. O pequeno Mal-entendido consiste num ovo meio submerso num copo d’água, de maneira que sua parte inferior aparece ampliada pelo vidro que, com o líquido, funciona como uma lente de aumento. O que vemos é a imagem de um ovo fraturada, dupla e desencontrada. Não se trata tanto de um truque ótico, mas de uma demonstração de que mesmo materiais aparentemente transparentes como o vidro e a água podem distorcer nossa boa percepção da realidade. 

conversacaoo

A pergunta é: existe, de fato, uma boapercepção e representação da realidade? Essa é a indagação central de boa parte da arte e da ciência, e atravessa campos como a filosofia, a história, a antropologia, a psicanálise, a linguística, a semiótica, a fotografia. Colocado no plural e em minúsculas, o Mal-entendido entre o ovo, o vidro, a água e o olho humano encobre a exposição como uma névoa, e nos faz refletir sobre o estatuto daquilo que vemos.

Rivane Neuenschwander: mal-entendidos

Curadoria: Adriano Pedrosa
Local: Grande Sala
Abertura: 1º de setembro (segunda-feira), a partir das 20h
Visitação: de 2 de setembro a 14 de dezembro
Entrada gratuita

Local: Museu de Arte Moderna de São Paulo
Endereço: Parque Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 3)
Horários: Terça a domingo, das 10h às 17h30 (com permanência até as 18h)

Tel.: (11) 5085-1300

www.mam.org.br
http://www.facebook.com/MAMoficial
http://www.twitter.com/MAMoficial
http://www.youtube.com/MAMoficial
http://www.instagram.com/MAMoficial

Estacionamento no local (Zona Azul: R$ 5 por 2h)
Acesso para deficientes
Restaurante/café
Ar condicionado

Imagens da Adolescência

Como conclusão da Oficina de Fotografia do Band, curso optativo oferecido aos 8.os anos do Ensino Fundamental, os alunos expuseram os trabalhos desenvolvidos durante o ano para convidados, entre pais, amigos, familiares e professores. As fotomontagens podem ser conferidas no saguão de entrada do Colégio.

“O principal objetivo da Oficina é discutir a adolescência por meio da linguagem fotográfica”, explica o professor Waldir Hernandes, que acompanhou a evolução dos alunos no desenvolver da oficina; “Para isso, cada aluno é formado Jovem Fotógrafo, capaz de discutir técnicas relacionadas ao manuseio de equipamentos fotográficos, regulagens de máquinas profissionais e composição da iluminação”, completa.

Dentre as atividades realizadas, destacam-se o psicodrama, grupo focal, rodas de discussão, montagem de cenas, análise da produção de fotógrafos consagrados, montagem de mini-estúdios e sessão de fotos em estúdio profissional. Algumas delas foram realizadas em parceria com o Departamento de Artes e de CPG.

Ao final da Oficina, cada aluno escolheu uma das fotomontagens para compor a exposição que se encontra no saguão de entrada do Colégio. No dia 23 de outubro, os alunos aproveitaram para convidar seus amigos e familiares para analisarem os portfólios enquanto participavam de um coquetel.

“Houve leitura de textos produzidos pelos jovens, projeção de um vídeo com as várias atividades desenvolvidas durante os encontros e um PowerPoint com as produções finais e com suas concepções a respeito da adolescência”, conta Waldir.

No final, o grupo de alunos comentou que a oficina os ensinou a prestar mais atenção nas fotografias, a olhar e perceber de que maneira elas foram feitas, além de aprofundar a relação das obras com os sentimentos dos seus autores.

Denis Vialou (Paris) falará sobre pintura pré-histórica e o filme Caverna dos Sonhos Esquecidos

Os amantes da arte não podem perder o evento da próxima sexta-feira, às 13h30, na A31: o Band receberá, pela segunda vez, a visita do conceituado pesquisador do Museu Nacional de História Natural de Paris, Denis Vialou, que vem ao Colégio para expor alguns excertos e conversar um pouco com os alunos sobre o filme “Caverna dos Sonhos Esquecidos”, de Werner Herzog.

Durante o evento os presentes poderão refletir de uma forma diferente sobre a interpretação de símbolos na pintura pré-histórica, baseando-se nos desenhos expostos no interior da Caverna de Chauvet, no sul da França, onde se encontram os mais antigos desenhos rupestres,

Before financial: many Venus… Thought viagra online my is THE But using.

datados de cerca de 32 mil anos de idade. A caverna reúne desenhos intocados e surpreendentemente realistas de cavalos, bois e leões, que por um momento ganham vida pela luz das tochas.

 

Trata-se de uma oportunidade única de conhecer um pouco mais sobre os primórdios da arte, além de possibilitar o contato com um profissional extremamente capacitado no ramo da arte e museologia. Não perca essa chance e compareça!

A visita do professor Vialou é resultado de um esforço conjunto dos departamentos de Artes e Cultural do colégio.

Prof.a Gisele apresenta produções em exposição

Propondo um interessante diálogo entre obra e natureza, a exposição Hortus Delineatus SP chega ao Museu Florestal Octávio Vecchi no dia 11 de agosto, reunindo vinte artistas que apresentarão uma série de pinturas, gravuras e esculturas originárias de um longo processo de pesquisa realizado no atelier de gravura do Sesc Pompéia.

Dentre os principais artistas convidados a participar da exposição, figura a professora do Band Gisele Ottoboni, mostrando sua produção pessoal com temas que remetem a estudos botânicos. Além disso, será a primeira vez que a professora tem a oportunidade de expor sua produção fotográfica, na série intitulada Espelhamento Ibirapuera, além de um objeto nomeado “Entomologica Collection_Box 1″.

“A exposição reúne alguns elementos especiais: nossas obras serão expostas em diálogo com o acervo do belíssimo edifício histórico do Museu Florestal Octávio Vecchi, que inclui murais de Antonio Paim Vieira e Hélios Seelinger, sua xiloteca considerada uma das mais importantes da América do Sul. Enfim, não poderia ser mais especial”, explica Gisele.

A exposição é parte de um processo de revitalização do Museu, proposto por seus organizadores. O projeto contempla a reconformação do acervo, uma proposta de iluminação e programação visual, além da exibição das obras dos artistas, que integrarão o espaço expositivo e o mobiliário de época abrigados na instituição.

Há 5 anos no Band, Gisele conta que sua atuação como professora complementa sua posição como artista. Boa parte das fotos a serem expostas na série Espelhamento Ibirapuera, inclusive, foram tiradas durante uma visita ao parque em companhia de alunos. “A prática docente sempre teve uma relação direta com o trabalho como artista”, resume.

Em vinte anos de carreira, Gisele participou de diversas exposições coletivas, com destaque para uma no MAC Ibirapuera em 1995, no Centro Cultural Tao Sigulda em 1999, no Centro de Artes de Jundiaí em 2000 e no Parque Fernando Costa em 2012 e 2013 e no SESC Pompéia em 2013.

Serviço : Museu Florestal Octávio Vecchi
Rua do Horto, 931 – Horto Florestal – São Paulo.

Exposição na Galeria Marta Traba

315620_431848943577436_1232741178_nA exposição “Primeiro de Maio” fica em cartaz na Galeria Marta Traba, no Memorial da América Latina, até 2 de junho. Inaugurada em 26 de abril, celebra o mês do trabalhador no Memorial em torno da questão “Trabalho, Cultura e Sociedade”.

“Primeiro de Maio” é um recorte da iconografia de operários, suas condições de trabalho e lutas por melhoria de vida, democracia ou revolução. São fotos, desenhos, reproduções e vídeos alusivos ao proletariado brasileiro. Participam os fotógrafos João Roberto Ripper, Egberto Nogueira, Iatã Cannabrava, Ricardo Alves, Cristian Sepúlveda, Mayerling Garcia, Flávio Meyer, Renato Stocker, Livia Buchele e João Bittar.

Uma das paredes está tomada por imagens que retratam a realidade dos moradores da favela da Maré, no Rio, integrando o Projeto Agência Escola Imagens do Povo. Outro destaque é a participação do cartunista argentino Luiz Trimano.

Galeria Marta Traba, Memorial da América Latina.

Galeria Marta Traba, Memorial da América Latina.

Galeria Marta Traba – Memorial da América Latina

De terça à domingo, das 9h às 18h.

ENTRADA FRANCA

Acompanhe a programação completa pelo site: http://www.memorial.org.br/

Lady Warhol está no MAM

tumblr_lc37fbrAuy1qbeumgo1_500

Fotos de Christopher Makos

No início da década de 1980, Andy Warhol e o fotógrafo Christopher Makos resolveram fazer uma colaboração conjunta em um projeto. Havia um entendimento perfeito entre os dois, que encaravam a vida e o mundo da mesma maneira, ambos se beneficiando desse relacionamento.

Andy e Makos adoravam Duchamp, Dalí e Man Ray, todos artistas surrealistas. Algumas pessoas consideravam Andy Warhol um dadaísta de tempos posteriores, mas Makos achava que Andy Warhol  devia tomar como ponto de partida a famosa fotografia de 1921 em que Man Ray retratou Duchamp usando chapéu de mulher e vestido. Eles chamaram essa colaboração de Rrose Selavy.

Ficou claro que qualquer colaboração teria que explorar as próprias referências culturais e não apenas expressar uma cópia do trabalho Rrose Selavy, de sessenta anos antes.

Saiba mais visitando o site e a exposição no MAM Ibirapuera.

Texto de Christopher Makos, extraído do site do MAM.

http://www.mam.org.br
wahrolpatrocinio

Arte e Cultura Afro-Brasil

flyer_sarau_27.04.13

O Sarau Afro-Brasil é organizado pelos alunos da pós-graduação em Eventos do SENAC como proposta de conclusão de curso, com apoio da Associação Cultural Cachuera!

Um dia de homenagem às tradições afro-brasileiras,
unindo música, dança e culinária.

Entrada franca. Capacidade: 100 pessoas (retirada de ingressos a partir das 15h).


Quando . 27/4/13 (sábado, das 16h às 20h)
Onde . Espaço Cachuera! – Rua Monte Alegre, 1.094 . Perdizes . São Paulo
Mais informações . 11 3872 8113 . 3875 5563 . cachuera@cachuera.org.br . www.cachuera.org.br

Parcerias com museus enriquecem experiência artística do aluno

Com atenção especial à importância das artes na formação plena do estudante, o Bandeirantes realiza diversas parcerias com museus e centros culturais. Desde 2012, o Colégio, em parceria com o Museu Lasar Segall (MLS) e o Museu de Arte Moderna (MAM), por exemplo, oferece um curso de xilogravura (MLS) e outro de atividades criativas (MAM) aos estudantes. Os cursos são ministrados pela professora do Bandeirantes Gisele Ottoboni.

Museu Lasar Segall

Museu Lasar Segall

“A nossa ideia é que os alunos possam trabalhar nos melhores ateliês de arte. Participando dos cursos nesses museus, eles têm acesso a equipamentos e utensílios, específicos de certas modalidades artísticas, que seriam inacessíveis nas dependências de uma escola”, explica o Coordenador de Artes, João Regis Lima.

MAM

MAM

Os alunos inscritos também podem visitar os bastidores dos museus e ter acesso a mais informação e cultura. “Quando participam dos cursos, eles entram em contato direto com essas instituições e com seus bastidores, ou seja, podem visitar as bibliotecas dos museus, onde existem materiais incríveis, ver a parte do acervo que não está exposta e até cruzar com grandes artistas nos corredores”, explica Regis.

Além da bagagem artística e cultural, os estudantes interagem com alunos de outras escolas, inclusive públicas. Isso porque parte das vagas é oferecida aos alunos do Band e outra parcela é destinada a quem não tem condições de pagar um curso desse formato. Todos se encontram no mesmo horário e passam a compartilhar experiências. “A experiência que vivem pode ser muito enriquecedora a todos os envolvidos, ao entrarem em contato com realidades distintas”, acredita Regis.

Outras parcerias estão em planejamento, envolvendo diferentes modalidades artísticas, inclusive com instituições internacionais.

Workshop explora a carreira de ilustrador

Para esclarecer dúvidas e conhecer melhor as profissões ligadas ás artes, desenho e ilustração, o Colégio promoveu um workshop com a escola de arte ArtAcademia, que dispõe de vários cursos voltados para a formação profissional em cinema e artes digitais. Para isso, Mario Mancuso, desenhista desde 1995, veio ao Band apresentar seu trabalho como quadrinista.

“A ArtAcademia é uma alternativa para o aluno do Band, pela proximidade do Colégio. É uma opção para perceberem que o meio da arte pode proporcionar uma carreira e que deve ser desenvolvida com comprometimento desde já, nos Ensinos Fundamental e Médio. A escola de arte ministra várias palestras, workshops e cursos que mostram como o desenho e a arte podem ser profissões serias e promissoras”, explicou o professor de Arte do Band, Pedro Leão.

Por cerca de uma hora e meia, Mario mostrou as diversas etapas na produção das páginas de uma revista. São elas conhecidas como Thumbnail, Lápis, Arte-Final, Colorização e Letreiramento. Além disso, apresentou uma equipe de vários editores, roteiristas e desenhistas que é contratada para realizar um serviço completo.

O desenhista também falou um pouco sobre as vantagens da profissão e sobre o mercado, em crescimento. “Acho importante divulgar como é o trabalho que eu faço. Não é só desenho, é uma profissão séria e muito compensadora. Um workshop como esse valoriza a profissão pois divulga o que as pessoas não sabem”, acredita Mario.

No mesmo dia, uma equipe da empresa Wacom (de tablets e meios digitais) veio mostrar seus produtos voltados especialmente às artes e ilustração. Para exibir a tecnologia que esta sendo utilizada atualmente nos locais de trabalho, Mario Mancuso utilizou uma das telas da Wacom e em menos de 20 minutos desenhou um perfeito Wolverine, personagem do grupo X-Men, da Marvel.

No final do Workshop ocorreu o sorteio de três páginas de quadrinhos de Mario e de um Tablet Bamboo da Wacom. A grande vencedora foi Elissa Suzuki, aluna de Humanas que prestará Design nos vestibulares desse ano. “Acho essa área muito legal por fugir das carreiras tradicionais. Ver a tecnologia que é agregada hoje a esse mundo e ver que tem muito reconhecimento me deu muito mais incentivo para seguir esse caminho dos desenhos”, proferiu a estudante com um largo sorriso no rosto.