10º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

banner_superior_fest_latino_2015

Na quarta, 29 de julho, foi exibido em première mundial o filme de Marcelo Masagão, “Ato, Atalho e Vento” na abertura do 10º Festival de Cinema Latino-AmericaATO FALHO FESTIVAL DO MINUTOno de São Paulo.
O filme é fruto do encontro de um livro e 143 filmes produzidos nos 4 ou 5 cantos do  planeta. O livro é o “Mal estar na Civilização”, escrito por Freud. Em 2014 o filme participou do X Festival de Roma e do IDFAFestival Internacional de Documentário de Amsterdam. No dia 30 de Julho o filme tem estréia comercial no Reserva Cultural. O diretor afirma que “As coisas não saíram como havíamos planejado”, tendo está como sinopse deste intrigante filme. “Ato, Atalho e Vento” conta com 2.223 atores, 5.041 locações em 722 cidades tendo sido realizados 4.891 cortes. Segundo o diretor “promover o encontro de planos concebidos por diversos diretores é um jogo de juntar pedaços de tempo e espaço, alargando e desfazendo  sentidos.  É um filme entre-planos. Ou, um filme junta-planos.”
Encontros inusitados ocorrem no filme. No início, combinam planos de Fellini (La Nave Va), Angelopoulus (Um olhar a cada dia) e WinWender (Pina), Lucrecia Martel (Pântano), Elia Kazan (Uma rua Chamada Pecado), Rene Clair (Entracte), entre outros.

Continuar lendo