Família MAM

familia mam

Para o mês de novembro, o Família MAM preparou uma programação especial para crianças e seus acompanhantes. Participem!

16 (sáb), 15h

Cartão postal de lugar nenhum: oficina de colagem.

30 (sáb), 15h

Narração de história para surdos e ouvintes com Mirela Estelles e Amarilis Reto.

Informações: educativo@mam.org.br e +55 11 5085-1313
Atividades gratuitas. Vagas limitadas.
Distribuição de senhas com 30 minutos de antecedência.
Crianças a partir de 4 anos com acompanhantes.

 

 

Cine Segall Exibe “Tanta Água”

O filme mais premiado do ano, uma produção uruguaia, com direção de Leticia Jorge e Ana Guevara, com distribuição da Pandora Filmes.

Tanta Água é um drama juvenil que volta e meia flerta com o humor para nos contar a história de um final de semana atípico na vida de Alberto (Néstor Guzzini) e seus filhos, Lucía (Malú Chouza) e Federico (Joaquín Castiglioni). Alberto, divorciado, busca as crianças na casa da mãe tencionando levá-las para um hotel onde todos poderiam divertir-se como uma família. O problema é que a chuva ininterrupta frustra esses planos de sol e piscina e os três, trancados em um quarto pequeno e sem televisão, precisam encontrar uns nos outros meios para não morrerem de tédio. Não demora até que os primeiros conflitos comecem a aparecer.

Horário: 19h10

Elenco: Malú Chouza, Néstor Guzzini e Joaquín Castiglioni

2013 | comédia | Uruguai | 102 min | 14 anos

Confira o trailer: http://www.youtube.com/watch?v=EYDqOOoSmLY

Museu Lasar Segall

Rua Berta, 111 – Vila Mariana Atendimento ao público:
Tel. 21590400
info@mls.gov.br
Café Wi-Fi

Exposição “Flávio de Carvalho na Coleção MAB-FAAP”

A partir de 12 de novembro, obras do  acervo do Museu de Arte Brasileira da FAAP poderão ser apreciadas na  exposição “Flávio de Carvalho na Coleção MAB-FAAP”.

Com curadoria de José Luis  Hernández Alfonso, a mostra reúne 103 obras, sendo 32 originais,  entre pinturas, aquarelas e nanquins. Além disso, o público poderá  conferir uma maquete da Fazenda Capuava, em Valinhos, local onde  Flávio de Carvalho morava e que foi projetada por ele, e reproduções  de máscaras criadas para o espetáculo teatral “O Bailado do Deus  Morto”.

Flávio de Carvalho (Barra Mansa, RJ 1899 / Valinhos, SP 1973)                             Composição paisagem interna, 1955 Óleo sobre tela 54 x 65 cm

 

Estarão expostas também  fotografias que retratam o artista, seus parceiros e intelectuais da  época, e seus projetos arquitetônicos, além de uma reprodução de  parte do traje desenhado por Flávio de Carvalho e denominado “New  Look”, que chocou a população na época em que foi criado.

Formado em engenharia civil pela  Durham University, Flávio de Carvalho executou projetos audaciosos e  inovadores para a época. Como artista plástico, suas obras mostram  uma tendência expressionista, revelada principalmente em seu tema  favorito, o retrato.

Suas criações revelam um período  de buscas, experiências, exercícios e consolidação das artes e  cultura brasileiras no século XX, e que ainda hoje inspiram as novas  gerações de artistas.

O MAB-FAAP é a instituição  cultural que concentra a maior coleção de obras de autoria de  Flávio de Carvalho.

Horário:  De terça a  sexta-feira, das 10h às 20h Aos sábados, domingos e feriados,  das 13h às 17h (Fechado às segundas-feiras,  inclusive quando feriado)

Local:MAB-FAAP

Endereço:Rua Alagoas, 903 –  Higienópolis

Informações: (11)  3662-7198

Visitas Educativas:  (11) 3662-7200

Entrada  Gratuita

Imagens da Adolescência

Como conclusão da Oficina de Fotografia do Band, curso optativo oferecido aos 8.os anos do Ensino Fundamental, os alunos expuseram os trabalhos desenvolvidos durante o ano para convidados, entre pais, amigos, familiares e professores. As fotomontagens podem ser conferidas no saguão de entrada do Colégio.

“O principal objetivo da Oficina é discutir a adolescência por meio da linguagem fotográfica”, explica o professor Waldir Hernandes, que acompanhou a evolução dos alunos no desenvolver da oficina; “Para isso, cada aluno é formado Jovem Fotógrafo, capaz de discutir técnicas relacionadas ao manuseio de equipamentos fotográficos, regulagens de máquinas profissionais e composição da iluminação”, completa.

Dentre as atividades realizadas, destacam-se o psicodrama, grupo focal, rodas de discussão, montagem de cenas, análise da produção de fotógrafos consagrados, montagem de mini-estúdios e sessão de fotos em estúdio profissional. Algumas delas foram realizadas em parceria com o Departamento de Artes e de CPG.

Ao final da Oficina, cada aluno escolheu uma das fotomontagens para compor a exposição que se encontra no saguão de entrada do Colégio. No dia 23 de outubro, os alunos aproveitaram para convidar seus amigos e familiares para analisarem os portfólios enquanto participavam de um coquetel.

“Houve leitura de textos produzidos pelos jovens, projeção de um vídeo com as várias atividades desenvolvidas durante os encontros e um PowerPoint com as produções finais e com suas concepções a respeito da adolescência”, conta Waldir.

No final, o grupo de alunos comentou que a oficina os ensinou a prestar mais atenção nas fotografias, a olhar e perceber de que maneira elas foram feitas, além de aprofundar a relação das obras com os sentimentos dos seus autores.