Arte no Fundamental

Publicado em 25/09/12

O Ensino Fundamental do Band conta com um sofisticado programa de Arte que procura trabalhar conhecimentos, habilidades e competências de maneira não tradicional. Assim, dentro da grade curricular, as aulas passam por quatro temáticas diferentes, uma para cada ano. A equipe de Arte é composta pelo coordenador João Regis Lima, pelos professores Gisele Ottoboni, Paula da Silva Moraes, Pedro Leão e pela estagiária Claudia Ayoub.

No 6º ano, os alunos aprendem a pensar e realizar diversas modalidades de desenho. Uma das modalidades exploradas, além da expressão artística, é o registro científico; nesse contexto, trabalham com proporções, unidades de medida etc. “Existe a preocupação de fazer com que a disciplina artística reverbere sobre assuntos que estão aprendendo em outras matérias. O curso procura mostrar um modo de conhecimento todo particular, a arte, sem alienar os alunos das outras disciplinas e dos outros modos de ser e conhecer”, explicou o coordenador João Regis Lima.

Já no 7º ano, o tema é “Arte e Cultura Brasileira”. O desenho bidimensional, visto no ano anterior, ganha uma 3º dimensão. Algumas atividades fazem com que os alunos façam o projeto de um objeto, desenhando-o primeiramente, e, depois, o construam fora do papel. Nesse ano, os estudantes também trabalham com música, compondo uma marchinha de carnaval – tudo voltado para as manifestações folclóricas do Brasil.

Para o 8º ano, os professores preparam um curso voltado à fotografia. Dentro das aulas, os estudantes trabalham desde a história da imagem, passando pelas técnicas primitivas da fotografia até explorar os recursos técnicos, estilísticos e estéticos mais recentes. “As técnicas dadas em sala de aula, nem sempre no âmbito da fotografia digital, pretendem ser recursos expressivos diferentes. Os alunos passam a tirar fotos também com essas outras técnicas e o resultado visual é completamente diferente do usual. Ao aprender isso, o aluno poderá explorar muito mais a mensagem que ele quer passar com a foto”, conta Regis.

Para concluir a trajetória de arte, no 9º ano os alunos exploram a história e a estética do cinema. As fotos começam a ganhar movimento por meio de animações com desenhos. Diversas técnicas primitivas de como fazer cinema são conhecidas. Os alunos estudam os diretores, as escolas, produzem roteiros, aprendem a fazer storyboards, a produzir e editar pequenos vídeos de autoria própria.

“Sempre gostei de artes, e estou aprendendo novas formas de desenhar. Penso também que essas aulas podem ajudar muito nas carreiras de quem optar seguir pela arquitetura e engenharia”, acredita a aluna do 6º ano, Luiza Motta.

Fora do espaço físico do Colégio, o Band também oferece mais dois cursos de arte. O de pintura acontece no ateliê do MAM (Museu de Arte Moderna), no parque Ibirapuera. Já o de xilogravura acontece no ateliê do Museu Lasar Segall, dentro da própria casa do pintor. Cada curso é ministrado para 20 pessoas, sendo destinadas 10 vagas para alunos do Bandeirantes e outras 10, gratuitas, à comunidade e alunos de escolas públicas.

“Ainda este ano o Bandeirantes vai trazer uma novidade, no pátio, que será um grande estímulo no campo das artes”, adiantou o Prof. Regis, além de um workshop incrível para quem curte desenho animado, com profissionais que trabalham ou trabalharam na Disney e na Marvel. Que tal aprender a desenhar, com profissionais, seu herói favorito?

Temas relacionados: , , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto a Band é legal!